Lisbon & Estoril Film Festival

Filmes

Ciclos Temáticos - Neoliberalismo - A semente do populismo e dos novos fascismos?

Prémios:

MELHOR FILME DE CURTA METRAGEM – FESTIVAL BRASÍLIA 1968
MARGARIDA DE PRATA – FESTIVAL BRASÍLIA 1968

Ficha técnica:

Realizador: Andrea Tonacci
Argumento: Andrea Tonacci
Fotografia: João Carlos Horta
Produção: Total Filmes

Blablablá

Um filme de Andrea Tonacci

Voltar
O sentido do poder e da palavra em crise situam o homem (Paulo Gracindo) que os manipula numa idêntica crise pessoal, humana. A farsa do discurso de intenção humanista é total e absoluta. Um ditador num momento de grave crise nacional, confrontado na cidade e no campo por revoltas e guerrilha, na busca de uma paz ilusória, faz um longo pronunciamento pela televisão. Mas a realidade impõe-se à sua ficção e o controle da situação escapa-lhe das mãos. Sobra-lhe uma patética confissão antes de ser tirado do ar.
  • Elenco:

    PAULO GRACINDO, NÉLSON XAVIER, IRMA ALVAREZ, MARCELO FRANÇA, TÉO FELTRINI NETO, BAGÚ, EDUARDO MAMEDE
  • Título original:

    Blablablá
  • País:

    Brasil
  • Ano:

    1968
  • 26'

Prémios:

MELHOR FILME DE CURTA METRAGEM – FESTIVAL BRASÍLIA 1968
MARGARIDA DE PRATA – FESTIVAL BRASÍLIA 1968

Ficha técnica:

Realizador: Andrea Tonacci
Argumento: Andrea Tonacci
Fotografia: João Carlos Horta
Produção: Total Filmes

Horários

Cinema Medeia Monumental Sala 3

Realizador

Andrea Tonacci

Andrea Tonacci nasceu em 1944 em Roma, Lazio, Italia. Tonacci foi escritor e realizador, conhecido pelos filmes Blablablá (1968), Serras da desordem (2006) e Bang Bang (1971). Andrea morre a 16 Dezembro, 2016 em São Paulo, Brasil.
Este website usa Cookies. Ao navegar neste website está a concordar com a nossa Política de Cookies.