Lisbon & Estoril Film Festival

Filmes

Retrospectivas - JOSÉ VIEIRA

Ficha técnica:

Realizador: José Vieira
Produtora: RFO, Telessonne, Faux Lda

Le Drôle de Mai, Crónica dos Anos de Lama

Um filme de José Vieira

Voltar
Crónica de um bairro de lata em Maio de 1968, o filme articula-se em torno do relato de um homem em busca das histórias dos imigrantes portugueses tomados pela turbulência dos acontecimentos. Partindo das suas recordações, que se confrontam com os relatos dos outros e com imagens da época, ele tenta construir uma memória colectiva dos “anos de lama”.
“Com os primeiros belos dias, o “bidonville” tornava-se uma aldeia. Quando a primavera regressava, a lama começava a secar. Ao domingo, havia bailes, as famílias encontravam-se. Flutuava no ar um perfume de nostalgia ainda fresca. Mas, na primavera de ‘68, em meados do mês, o ar tornou-se, subitamente, irrespirável. A atmosfera envenenou-se dos rumores mais absurdos e dos medos mais irracionais. Quem éramos nós para ter tanto medo dos acontecimentos de Maio? De onde saíram estes estrangeiros inquietos que se matavam a trabalhar para regressar o mais depressa possível ao país do qual haviam fugido. Quem eram estes camponeses portugueses que tinham apenas o sonho imenso de sair da miséria? De onde vinha esta mão de obra estrangeira que construía cidades e que habitava em barracas em frente aos muros de torres e de edifícios? Como era a vida destes imigrantes enredados nos primeiros anos de imigração?
  • Título original:

    Le Drôle de Mai, Chronique des Années de Boue
  • País:

    França
  • Ano:

    2008
  • 52'

Ficha técnica:

Realizador: José Vieira
Produtora: RFO, Telessonne, Faux Lda

Horários

Espaço Nimas

Conversa com José Vieira, José António Cunha e Carlos Campos
COMPRAR

Realizador

José Vieira

Nascido em Oliveira de Frades, José Vieira parte para França em 1965, com sete anos de idade. A partir de 1985, impulsionado pelas transformações políticas em Portugal e pela pertença a movimentos de solidariedade com os imigrantes, realiza cerca de trinta documentários para a France 2, France 3, Cinquième e Arte, traçando o retrato da imigração em França com base na sua experiência pessoal e nas histórias individuais que foi conhecendo.

As enormes dificuldades sentidas pelos imigrantes portugueses - a vida nos bairros de lata, as burlas dos empregadores, a discriminação e o desprezo de que foram alvo - motivaram José Vieira a reconstituir uma memória colectiva e uma história comum a todas aquelas pessoas, independentemente da sua origem, explicando os motivos que as levaram a sair do seu país e a lutar por uma vida melhor.
Este website usa Cookies. Ao navegar neste website está a concordar com a nossa Política de Cookies.