Lisbon & Estoril Film Festival

Notícias

BULLE OGIER e MARIA DE MEDEIROS na peça “Um Amor Impossível” no Teatro Odéon em Paris

Voltar
Bulle Ogier e Maria de Medeiros partilham o palco do Odéon Théâtre de l’Europe, em Paris, de 25 de Fevereiro a 26 de Março, na peça Un Amour Impossible / Um Amor Impossível, adaptação teatral do romance de Christine Angot, feita pela própria escritora, com encenação de Célie Pauthe.  

Un Amour Impossible coloca em cena e em confronto uma mãe e uma filha (Ogier e Medeiros), reunidas após anos de conflito, que retornam ao passado para repensarem o caminho da tragédia que as separou. E esse retorno conjunto à sua própria história, questionando as bases sociais e políticas que insidiosamente a condicionaram, reposiciona-as não como vítimas, mas como descodificadoras de uma história em movimento.  

Bulle Ogier foi convidada do Lisbon & Estoril Film Festival em 2015, tendo apresentado e debatido os filmes que protagonizou para Alain Tanner (La Salamandre, 1971) e Barbet Schroeder (La Vallée, 1972, Maîtresse, 1975, e Les Tricheurs, 1984).  

Na edição de 2014, o LEFFEST dedicou uma homenagem a Maria de Medeiros, focando tanto o seu trabalho de actriz como o de realizadora, com a exibição de 18 filmes: A canção mais triste do mundo de Guy Maddin, À L’abri de la Tempête de Camille Brottes-Beaulieu, Adão e Eva de Joaquim Leitão, Henry and June de Philip Kaufman, Je ne suis pas mort de Mehdi Ben Attia, Meetings with a Young Poet de Rudy Barichello, O Contador de Histórias de Luiz Villaça, Pulp Fiction de Quentin Tarantino, Silvestre de João César Monteiro (com apresentação de Maria de Medeiros), The Woman in the Moon de Ariadne Kimberley, Três Irmãos de Teresa Villaverde, Viagem a Portugal de Sérgio Tréfaut e ainda A Morte do Príncipe, Aventuras do Homem Invisível e Repare Bem (com debate com o público), Capitães de Abril (com apresentação), Fragment II, Je t’aime, moi non plus – artistes et critiques, todos realizados por Maria de Medeiros.  

Ainda nessa edição do Festival, Maria de Medeiros protagonizou uma sessão de leitura de textos de Pasolini.
Este website usa Cookies. Ao navegar neste website está a concordar com a nossa Política de Cookies.