Lisbon & Estoril Film Festival

Convidados

Leonor Teles - Realizadora

Leonor Teles

Voltar
Leonor Teles nasceu em 1992, em Vila Franca de Xira, Portugal, numa família de origens ciganas por parte do pai. Estudou Cinema na Escola Superior de Teatro e Cinema, em Lisboa, tendo-se especializado em Realização e Fotografia.

O seu primeiro filme, Rhoma Acans (2013), no qual aborda as tradições ciganas, foi exibido e premiado em vários festivais de cinema, como o Festival Internacional de Curta-Metragem Clermont-Ferrand, o Festival de Munique, o IndieLisboa e o Curtas Vila do Conde, entre outros. 

Na curta-metragem Balada de Um Batráquio (2016), vencedora do Urso de Ouro no Festival de Berlim, a realizadora foca-se num comportamento xenófobo, preconceituoso e comum em Portugal, que consiste na colocação de sapos de cerâmica à entrada dos estabelecimentos comerciais, para evitar a entrada de ciganos. 

A sua primeira longa-metragem, Terra Franca (2018), estreou no Festival Cinéma du Réel, onde arrecadou o Prémio Internacional SCAM, e no Festival Internacional de Mar del Plata, em que foi distinguida com o Prémio da Crítica Jovem – Melhor Primeira Obra. 

Cães que Ladram aos Pássaros (2019), que estreou no Festival de Veneza, apresenta-nos uma família do Porto, de origem cigana, que é forçada a abandonar a casa em que habita no centro da cidade, devido à especulação imobiliária.  

Actualmente, Leonor Teles continua a desenvolver projectos sobretudo ligados ao documentário e a trabalhar como directora de fotografia.

Restantes Convidados desta Edição

Este website usa Cookies. Ao navegar neste website está a concordar com a nossa Política de Cookies.