Lisbon & Estoril Film Festival

Filmes

Ciclos Temáticos - Romper as Grades: A cultura como espaço de liberdade e a resistência nas prisões

Festivais e Prémios:

Festival Internacional de Berlim 2012 - Urso de Ouro para Melhor Filme

Ficha técnica:

Argumento: Vittorio Taviani, Paolo Taviani 
Produção: Grazia Volpi
Director de Fotografia: Simone Zampagni

César Deve Morrer

Um filme de Vittorio & Paolo Taviani

Voltar
Misturando realidade com ficção, os irmãos Taviani recriam, por um lado, uma parte da apresentação teatral da peça Julius Caesar de Shakespeare, com reclusos da prisão de Rebibia; e, por outro, o processo e os ensaios que permitiram a realização do espectáculo. Os actores/prisioneiros emergem de tal forma nos seus personagens que as suas próprias histórias se misturam com a história que representam. O espectador é embalado pelas histórias, perdendo ele também a noção do limite que existe entre realidade e ficção.

“Tentámos contrastar a escuridão das suas vidas de condenados com a força poética das emoções que Shakespeare evoca - a amizade e a traição, o assassinato e o tormento de escolhas difíceis, o preço do poder e da verdade. Para alcançar o fundo de uma obra como esta é preciso olhar para si próprio.” Irmãos Taviani
  • Elenco:

    Salvatore Striano, Fabio Rizzuto, Cosimo Rega, Giovanni Arcuri, Fabio Cavalli
  • Título original:

    Cesare deve morire
  • País:

    Itália
  • Ano:

    2012
  • 76' IT, Legendas: PT

Festivais e Prémios:

Festival Internacional de Berlim 2012 - Urso de Ouro para Melhor Filme

Ficha técnica:

Argumento: Vittorio Taviani, Paolo Taviani 
Produção: Grazia Volpi
Director de Fotografia: Simone Zampagni

Horários

Centro Cultural Olga Cadaval Auditório Acácio Barreiros

Com presença de Roberto Perpignani
6€

Realizador

Vittorio & Paolo Taviani

Paolo Taviani nasceu em San Miniato (Pisa), a 8 de Novembro de 1931. Vittorio Taviani nasceu em San Miniato, a 20 de setembro de 1929. Os irmãos Paolo e Vittorio Taviani trabalharam juntos desde sempre como argumentistas e realizadores dos seus filmes. Estrearam-se na realização no início da década de 1960, e dirigiram documentários e filmes de ficção. Juntos conquistaram a Palma de Ouro no Festival de Cannes com o filme Padre Padrone, em 1977, e o Grande Prémio do Júri, em 1982, com La Notte di San Lorenzo. Em 1986, foram agraciados no Festival de Veneza com o Leão de Ouro que distinguiu a carreira de ambos.

Em 2012, venceram o Urso de Ouro no Festival de Berlim pelo filme Cesare Deve Morire. Vittorio, o irmão mais velho, morreu em 2018, mas Paolo continua a realizar filmes e a trabalhar como argumentista. A sua obra mais recente, Leonora addio, que também será apresentada no LEFFEST’22, fez parte da Selecção Oficial em Competição da última edição do festival de Berlim.
Este website usa Cookies. Ao navegar neste website está a concordar com a nossa Política de Cookies.