Lisbon & Estoril Film Festival

Filmes

Homenagens e Retrospectivas - L.A. Rebellion

Festivais e Prémios:

Independent Spirit Awards 2000 - Nomeado para Melhor Longa-Metragem
Sundance Film Festival 2000 - Nomeado para o Prémio Grand Jury

Ficha técnica:

Argumento: Arthur Jafa
Produção: Marc Arthur Chéry, Dana Briscoe, Marc Arthur Chéry, Zeinabu irene Davis Yvonne Welbon
Director de Fotografia: Pierre Désir

Compensation

Um filme de Zeinabu Irene Davis

Voltar
Esta produção independente acompanha duas versões de uma história de amor - uma situada na viragem do século XX, e uma paralela nos anos 90 - entre uma mulher surda e o namorado. As personagens Malindy/Malaika e Arthur/Nico sofrem as dificuldades inerentes à intimidade quando constrangida por diferentes linguagens e instabilidade financeira.

O silêncio é prevalente no filme e, apesar da narração atípica, a coerência transgeracional é mantida pela interpretação das personagens nas duas épocas pelos mesmos actores. Com base num poema de 1906, da autoria de Paul Laurence Dunbar, vão sendo partilhadas divergências intra-raciais e ultrapassadas pela história de amor que se deseja eterna, e que serve de evocação a um passado afro-americano pouco documentado.
  • Elenco:

    John Jelks, Michelle A. Banks, Nirvana Cobb, Kevin L. Davis, Christopher Smith
  • Título original:

    Compensation
  • País:

    Estados Unidos da América
  • Ano:

    1999
  • 95' EN, Legendas: PT

Festivais e Prémios:

Independent Spirit Awards 2000 - Nomeado para Melhor Longa-Metragem
Sundance Film Festival 2000 - Nomeado para o Prémio Grand Jury

Ficha técnica:

Argumento: Arthur Jafa
Produção: Marc Arthur Chéry, Dana Briscoe, Marc Arthur Chéry, Zeinabu irene Davis Yvonne Welbon
Director de Fotografia: Pierre Désir

Horários

Cinema Medeia Nimas

6€

Realizador

Zeinabu Irene Davis

A premiada realizadora norte-americana nascida na Pensilvânia, em 1961, começou o seu percurso na Universidade de Brown e na Universidade de Nairobi no Quénia até ao momento de fecho desta instituição por repressão política sobre as ações estudantis - um marco sócio-politicamente relevante dentro da sua carreira. 

Inspirada pela força de relatar histórias silenciadas, Davis frequentou a Escola de Teatro, Cinema e Televisão da UCLA - Universidade da Califórnia, onde completou o mestrado em Estudos Africanos, em 1985, e de produção de Cinema e Televisão, em 1989. Associou-se, assim, ao pioneiro movimento de cineastas que viria a ser denominado de L.A. Rebellion ou  ‘Los Angeles School of Black Filmmakers’: uma geração de realizadores dos anos 60 a 80 da UCLA, criadores de um revolucionário Cinema Negro divergente das convenções de Hollywood e atento às reais vivências da comunidade afro-americana.

Davis tem sido aclamada pelo seu trabalho documental e experimental, que inclui: Cycles (1989), reconhecido pelo Black Filmmakers Hall of Fame e o Black Programming Consortium; A Period Piece A Powerful Thang (1991); Mother of the River (1995) e Compensation (1999) - que explora os dois cenários de vida de uma mulher afro-americana no início do século XX e nos anos 90. Mais recentemente concluiu o documentário Spirits of Rebellion: Black Cinema (2015), uma crónica íntima dos cineastas negros ligados à UCLA, e da essência do que constitui um “filme negro”.

Davis tem recebido prestigiadas bolsas de instituições, como a Fundação Rockefeller, o Instituto de Cinema Americano e o Fundo Nacional para as Artes, e continua a dar aulas em escolas, como a Faculdade Antioch, a Universidade de Northwestern e a Universidade de São Diego.
Este website usa Cookies. Ao navegar neste website está a concordar com a nossa Política de Cookies.