Lisbon & Estoril Film Festival

Filmes

Selecção Oficial - Fora de Competição

Festivais e Prémios:

Festival de Cannes – Seleção Oficial em Competição

Ficha técnica:

Argumento: David Cronenberg
Produção: Robert Lantos
Director de Fotografia: Douglas Koch
Música: Howard Shore

Crimes do Futuro

Um filme de David Cronenberg

Voltar
David Cronenberg regressa às longas-metragens com um filme que promete não deixar ninguém indiferente. Em Crimes do Futuro, o realizador canadiano regressa às origens do seu cinema através de temas que procuram conjugar a ficção científica, a distopia e a evolução tecnológica. 

A história decorre num futuro próximo, onde a humanidade evoluiu para se adaptar a um novo ambiente sintético. Os seres humanos são agora capazes de modificar os seus corpos por meio de mutações e transformações. Nesta nova realidade, o famoso artista performativo Saul Tenser (Viggo Mortensen), juntamente com a sua parceira Caprice (Léa Seydoux), faz demonstrações públicas de metamorfoses dos seus próprios órgãos. Timlin (Kristen Stewart), uma investigadora do National Organ Registry, rastreia obsessivamente os movimentos do artista, até que descobre um grupo misterioso e secreto, que tem como objectivo usar a notoriedade de Saul para dar início à próxima fase da evolução humana.
  • Elenco:

    Viggo Mortensen, Léa Seydoux, Kristen Stewart, Scott Speedman, Welket Bungué, Don Mckellar, Yorgos Pirpassopoulos, Tanaya Beatty, Nadia Litz, Lihi Kornowski, Denise Capezza
  • Título original:

    Crimes of the Future
  • País:

    Canadá, Grécia, França
  • Ano:

    2022
  • 107’ EN, Legendas: PT

Festivais e Prémios:

Festival de Cannes – Seleção Oficial em Competição

Ficha técnica:

Argumento: David Cronenberg
Produção: Robert Lantos
Director de Fotografia: Douglas Koch
Música: Howard Shore

Horários

Teatro Tivoli BBVA

Cerimónia de Abertura
Com a presença do realizador
8€

Cinema Medeia Nimas

Conversa com David Cronenberg
8€

Realizador

David Cronenberg

David Cronenberg, nascido em 1943, é um realizador e argumentista canadiano, aclamado pelos elementos de horror e ficção científica que integram os seus filmes, explorando de forma vívida as intersecções entre tecnologia, o corpo humano e o desejo subconsciente. Licenciado em Literatura Inglesa, pela Universidade de Toronto, o seu fascínio pelo cinema levou-o a criar, entre 1966 e 1970, várias curtas e longas-metragens experimentais. Após trabalhar na televisão, no início dos anos 1970, Cronenberg escreveu e realizou o seu primeiro filme comercial em 1975, intitulado Os Parasitas da Morte. Desde então, os seus filmes, como Scanners (1981), Crash (1996), Uma História de Violência (2005) e Cosmopolis (2012) têm o condão de perturbar, surpreender e desafiar os espectadores. Ao longo dos anos, o cineasta afirmou-se como o mais provocador realizador canadiano, inspirando-se frequentemente em obras de escritores como William Burroughs, J. G. Ballard e Patrick McGrath. Cronenberg foi Presidente do Júri no LEFFEST’17.
Este website usa Cookies. Ao navegar neste website está a concordar com a nossa Política de Cookies.