Lisbon & Estoril Film Festival

Filmes

Homenagens e Retrospectivas - L.A. Rebellion

Ficha técnica:

Argumento: Bernard Nicolas
Produção: Bernard Nicolas
Director de Fotografia: Bernard Nicolas

Daydream Therapy

Um filme de Bernard Nicolas

Voltar
Esta curta-metragem foi o primeiro projeto do cineasta Bernard Nicolas na UCLA - Universidade da Califórnia, e retrata a vida de uma funcionária afro-americana de um hotel, frustrada com as indignas condições de trabalho. Acompanhada musicalmente pela versão de Nina Simone da música “Pirate Jenny” e parcialmente filmada no californiano Burton Chace Park de Marina del Rey, esta história demonstra não só o trabalho pesado da funcionária, como o seu sonho em fugir do local de trabalho. Simbolicamente, a música muda no final da curta - passando a “Things Have Got to Change”, de Archie Shepp.
  • Elenco:

    Marva Anderson, Keith Taylor, Gay Abel-Bey, Larry Bell, Jeff Cox
  • Título original:

    Daydream Therapy
  • País:

    Estados Unidos da América
  • Ano:

    1977
  • 8' EN, Legendas: PT

Ficha técnica:

Argumento: Bernard Nicolas
Produção: Bernard Nicolas
Director de Fotografia: Bernard Nicolas

Horários

Cinema Medeia Nimas

Conversa com Billy Woodberry, Charles Burnett, Julie Dash e os curadores do ciclo
6€

Realizador

Bernard Nicolas

Bernard Nicolas é um actor, produtor e realizador haitiano. Nascido em Port-au-Prince, acompanhou a emigração da sua família para fugir à complicada situação política no país. Estabeleceram-se em San Pedro, na Califórnia, onde Bernard Nicolas assumiu o cargo de Co-Coordenador Nacional da Associação Nacional de Estudantes Negros, motivado pelas preocupações sócio-políticas daquela organização.

O realizador concluiu uma licenciatura em Economia na UCLA - Universidade da Califórnia, em Los Angeles, antes de ingressar no mestrado em Produção Cinematográfica e Televisiva na mesma instituição. Faria parte do movimento L.A Rebellion, ou ‘Los Angeles School of Black Filmmakers’: uma geração de realizadores dos anos 60 a 80 da UCLA, criadores de um revolucionário Cinema Negro divergente das convenções de Hollywood e atento às reais vivências da comunidade afro-americana. O seu trabalho inclui documentários sobre questões sociais, como Boat People (1982), e assimila a sua preocupação pela promoção da saúde mental enquanto terapeuta certificado, por exemplo, na curta Daydream Therapy (1977) - galardoada com o Leigh Whipper Gold Award, no Festival Internacional de Cinema da Filadélfia.

Nicolas mudou-se para o Zimbabué no início dos anos 80, onde trabalhou em serviços de produção. Em 1992, fundou a Inter-Image Video - a primeira empresa a lançar o cinema africano comercialmente em home video nos EUA. O seu trabalho tem sido exibido internacionalmente em instituições como o Tate Modern Museum, a National Gallery of Art, a Cinemateca do Festival de Filme Internacional de Toronto e o Harvard Film Archive.
Este website usa Cookies. Ao navegar neste website está a concordar com a nossa Política de Cookies.