Lisbon & Estoril Film Festival

Filmes

Ciclos Temáticos - Sou Culpado?

Festivais e Prémios:

Óscares 1962 – Vencedor Melhor Filme Estrangeiro
National Board of Review 1962 - Vencedor na Categoria de Top Filmes Estrangeiros 
Festival Internacional de Berlim 1962 - Selecção Oficial em Competição, vencedor do prémio OCIC

Ficha técnica:

Argumento: Ingmar Bergman
Produção: Allan Ekelund
Director de Fotografia: Sven Nykvist

Em busca da Verdade

Um filme de Ingmar Bergman

Voltar
Ingmar Bergman pode ser considerado como o realizador que explorou, com a maior sutileza e profundidade, o sentimento de culpa. Por isso, LEFFEST abre o ciclo temático “Am I Guilty?” com um dos seus clássicos. 

Um dos filmes mais profundos de Bergman sobre a família e as relações humanas, Em Busca da Verdade é estruturado como uma peça de três actos, tendo por base experiências e relacionamentos do próprio realizador. Foi recebido com grande carinho pela crítica mundial e rendeu à Suécia o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro na edição de 1962.

Karin (Harriet Andersson) acabou de sair de um internamento num hospital psiquiátrico. Viaja para a casa de férias da família para se reaproximar do marido, do pai e do irmão. Aí, à medida que a sua saúde mental se vai deteriorando, começa a distanciar-se da realidade, acreditando que está a ser visitada por Deus.
  • Elenco:

    Harriet Andersson, Gunnar Bjornstrand, Max Von Sydow, Lars Passgard
  • Título original:

    Sasom I En Spegel
  • País:

    Suécia
  • Ano:

    1961
  • 96' SE, LT, Legendas: PT

Festivais e Prémios:

Óscares 1962 – Vencedor Melhor Filme Estrangeiro
National Board of Review 1962 - Vencedor na Categoria de Top Filmes Estrangeiros 
Festival Internacional de Berlim 1962 - Selecção Oficial em Competição, vencedor do prémio OCIC

Ficha técnica:

Argumento: Ingmar Bergman
Produção: Allan Ekelund
Director de Fotografia: Sven Nykvist

Horários

Cinema Medeia Nimas

6€

Realizador

Ingmar Bergman

Ingmar Bergman (1918-2007) é amplamente reconhecido como o maior realizador e argumentista sueco. Uma das figuras mais importantes do cinema mundial do século XX, continua a ser uma peça fundamental para compreender a arte cinematográfica contemporânea. Na sua extensa cinematografia encontramos obras-primas como The Seventh Seal (1957), Wild Strawberries (1957), Through a Glass Darkly (1961) ou Cries and Whispers (1972). É reconhecido pelo seu trabalho de câmara versátil e um estilo narrativo fragmentado que contribui para a sua representação sombria da solidão e vulnerabilidade humanas.
Este website usa Cookies. Ao navegar neste website está a concordar com a nossa Política de Cookies.