Lisbon & Estoril Film Festival

Filmes

Selecção Oficial - Fora de Competição

Prémios:

Prémio FIPRESCI para Melhor Filme em Competição – Festival de Cinema de Cannes
Menção Especial do Júri – Festival de Cinema de Cannes

Ficha técnica:

Realizador: Elia Suleiman
Argumento: Elia Suleiman
Director de Fotografia: Sofian El Fani
Produção: Rectangle Productions, Pallas Film, Nazira Films, Possibles Media, Zeynofilm

It Must Be Heaven

Um filme de Elia Suleiman

Voltar
Elia Suleiman foge da Palestina em busca de um novo lar, apenas para descobrir que a Palestina o persegue. A promessa de uma nova vida torna-se numa comédia dos erros: independentemente do quão longe viaje, desde Paris até Nova Iorque, algo irá sempre recordá-lo de casa. Suleiman apresenta-nos uma saga cómica que explora questões relacionadas com a identidade, nacionalidade e pertença, na qual o realizador coloca a questão fundamental: a que lugar podemos realmente chamar casa?
  • Elenco:

    Elia Suleiman, Ali Suliman, Gael García Bernal
  • Título original:

    It Must Be Heaven
  • País:

    França, Canadá, Palestina, Qatar, Alemanha, Turquia
  • Ano:

    2019
  • 97 min Legendas PT e EN

Prémios:

Prémio FIPRESCI para Melhor Filme em Competição – Festival de Cinema de Cannes
Menção Especial do Júri – Festival de Cinema de Cannes

Ficha técnica:

Realizador: Elia Suleiman
Argumento: Elia Suleiman
Director de Fotografia: Sofian El Fani
Produção: Rectangle Productions, Pallas Film, Nazira Films, Possibles Media, Zeynofilm

Horários

Espaço Nimas

Seguido de conversa com Elia Suleiman

Realizador

Elia Suleiman

Nascido em Nazaré (Israel) em 1960, Elia Suleiman viveu em Nova Iorque de 1981 até 1993. Enquanto estava nos Estados Unidos, realizou as suas duas primeiras curtas-metragens: Introduction to the End of an Argument (1990) e Homage by Assassination (1992), que receberam vários prémios.

Em 1994, estabeleceu-se em Jerusalém onde criou um departamento de Filme e Multimédia na Universidade de Birzeit, a pedido da Comissão Europeia. Os seus ensaios e artigos foram publicados em inglês, árabe e francês.

A sua primeira longa-metragem, Chronicle of a Disappearance, ganhou o Prémio de Melhor Filme no Festival de Cinema de Veneza em 1996. Em 2002, Divine Intervention ganhou o Prémio do Júri e o prémio FIPRESCI no Festival de Cinema de Cannes. O realizador esteve presente em duas edições do LEFFEST (2013 e 2015).

Frequentemente comparado a Tati e Keaton, Elia Suleiman encontra o sentido poético simultanenamete na sobriedade e no burlesco.
Este website usa Cookies. Ao navegar neste website está a concordar com a nossa Política de Cookies.