Lisbon & Estoril Film Festival

Filmes

Ciclos Temáticos - Romper as Grades: A cultura como espaço de liberdade e a resistência nas prisões

Festivais e Prémios:

Sindicato Francês dos Críticos de Cinema 1961 - Melhor Filme do Ano

Ficha técnica:

Argumento: Jacques Becker, Jean Aurel, adaptado do romance homónimo de José Giovanni  
Produção: Serge Silberman
Director de Fotografia: Ghislain Cloquet

Le Trou

Um filme de Jacques Becker

Voltar
Le Trou, o último filme realizado por Jacques Becker, é considerado uma das obras-primas do moderno cinema francês. Melville afirmou que é «o maior filme francês de todos os tempos», e Daney escreveu: «Godard disse recentemente que o cinema francês só tinha tido um tema, nomeadamente o do prisioneiro. Se assim for, Le Trou é um filme único [...] Apenas Becker se aproxima da ideia de liberdade.»

O espectador vive uma experiência quase imersiva, seguindo passo-a-passo as acções de reclusos que fariam qualquer coisa para respirar novamente o ar da liberdade.  Becker, que morreu poucas semanas depois de terminar a rodagem, escolheu sobretudo não-actores para os papéis principais, incluindo Jean Keraudy, um homem que, em 1947, esteve envolvido na tentativa de fuga da prisão de La Santé, na qual o livro de Giovanni e o filme de Becker se baseiam.
  • Elenco:

    Michel Constantin, Marc Michel, Jean Keraudy, Philippe Leroy, Raymond Meunier
  • Título original:

    Le Trou
  • País:

    França
  • Ano:

    1960
  • 131' FR, Legendas: PT

Festivais e Prémios:

Sindicato Francês dos Críticos de Cinema 1961 - Melhor Filme do Ano

Ficha técnica:

Argumento: Jacques Becker, Jean Aurel, adaptado do romance homónimo de José Giovanni  
Produção: Serge Silberman
Director de Fotografia: Ghislain Cloquet

Horários

Cinema Medeia Nimas

6€

Realizador

Jacques Becker

Jacques Becker foi um realizador e argumentista francês nascido a 15 de Setembro de 1906, em Paris. Começou a trabalhar no cinema na década de 30 como assistente de Jean Renoir. Becker acompanhou o período de maior criatividade de Renoir e aprendeu muito nesses anos. No início da Segunda Guerra Mundial, Becker foi preso num campo de concentração nazi durante um ano. Depois disso, quando a França foi alvo da ocupação alemã, o realizador francês começou a realizar os seus próprios filmes, juntando-se ao Comité de Libération du Cinéma Français. Realizou filmes, como Casque d'or / Aquela Loira (1952), o filme de gangsters Touchez pas au grisbi / O Último Golpe (1954) e o policial de fuga da prisão Le Trou (1960). É considerado um autor fundamental do Cinema Francês. Becker morreu em 1960, após a rodagem de Le Trou.
Este website usa Cookies. Ao navegar neste website está a concordar com a nossa Política de Cookies.