Lisbon & Estoril Film Festival

Notícias

Celebração da Cultura Rom

Voltar
Com este programa especial, o LEFFEST honra e celebra a cultura Rom em todas as suas expressões artísticas, da dança à literatura, passando pelo cinema, pela música e pelas artes plásticas. Viajaremos da Península Ibérica para a Europa Oriental para descobrir a riqueza e a profunda diversidade desta cultura, que integra os ciganos, sintis, manouches, yeniche, caló.

Não podemos ignorar o facto de que a memória dos povos roma foi e continua a ser atravessada por uma longa história de discriminação, segregação e genocídio. Foi também nesse solo ensanguentado que floresceram e continuam a florescer infinitas expressões artísticas que, em pleno século XXI, ainda não são devidamente reconhecidas nem divulgadas como por inteiro o merecem.

Pelo contrário, em vez de avançarmos para um reconhecimento igualitário, vemos que o ódio xenófobo está de novo a tomar conta do discurso político, ao ponto de se tornar mesmo um argumento eleitoral.

Alarmados por este contexto, no LEFFEST propomo-nos a contrariar este movimento e inverter o discurso. Queremos difundir e aprofundar o conhecimento sobre o povo roma e sobre as suas manifestações culturais, que, durante séculos e até aos dias de hoje, têm alimentado, influenciado e enriquecido a chamada cultura europeia.

Por isso, desenhámos este programa, materializado num conjunto de eventos únicos. Desde logo com cinco concertos emblemáticos da variedade musical da cultura Rom e da forma como esta se fundiu com as culturas locais: a música flamenca, com o célebre mestre Josémi Carmona e o seu trio, que terá como convidado o grande Pepe Habichuela, e um espectáculo  do maior bailaor da actualidade, Farruquito; a música romena com o grupo Taraf de Caliu, um novo projeto dos míticos Taraf de Háïdouks, aclamados como um dos melhores grupos de música cigana do mundo; Mónika Lakatos, cantora húngara e primeira artista Rom a receber o prestigioso prémio WOMEX;  Ricardo Ribeiro, famoso fadista português que reconhece a música rom como uma das influências no seu canto; e, finalmente, Emir Kusturica & The No Smoking Orchestra, na sessão de encerramento do festival.

Organizaremos três debates históricos, cada um com enfoque num determinado momento histórico: 1) do Al-Andaluz à “Gran Redada” em 1749; 2) a perseguição e genocídio dos Rom pelos nazis e durante a Segunda Grande Guerra; e, por fim 3) a situação actual na europa ocidental.

Apresentaremos ainda, no MU.SA, em Sintra, e pela primeira vez em Portugal, uma exposição dos trabalhos da pintora e escritora rom austríaca Ceija Stojka. No contexto da exposição teremos ainda leituras dos seus textos e a apresentação de dois filmes sobre a sua figura, de Karin Berger, que também estará presente.

Finalmente, o programa contará com um ciclo de cerca de vinte filmes, seguidos de conversas, com convidados especiais, entre eles os realizadores Tony Gatlif, Emir Kusturika, Leonor Teles, e ainda Michael Chaplin, e Carmen e Dolores Chaplin, que nesta altura preparam um filme sobre as origens rom de Charlie Chaplin, sobre o qual falarão no festival. E ainda muitas surpresas…

Um agradecimento especial à Maria Gil e ao Bruno Gonçalves, pela colaboração prestada no âmbito deste programa.

Ciclo de Filmes

Homenagem Tony Gatlif
Com a presença do cineasta.

LATCHO DROM
1993

VENGO
2000

KORKORO
2009

E ainda em antestreia:
TOM MEDINA
2021

THE KID

de Charlie Chaplin, 1921

No centenário do filme, numa nova versão digital 4K introduzida por Michael Chaplin e Carmen e Dolores Chaplin, que preparam um filme sobre as origens rom de Charlie Chaplin, do qual exibirão um teaser, nesta sessão, em primeira mão.

O TEMPO DOS CIGANOS
de Emir Kusturica, 1988
Com a presença do cineasta


Com a presença de Leonor Teles:
CÃES QUE LADRAM AOS PÁSSAROS
de Leonor Teles, 2019

BALADA DE UM BATRÁQUIO
de Leonor Teles, 2016

RHOMA ACANS
de Leonor Teles, 2012


THE COUNTRY DOCTOR

de Katariina Lillqvist, 1996

THE ROMANY MIRROR
de Katariina Lillqvist, 2001

IO, LA MIA FAMIGLIA ROM E WOODY ALLEN

de Laura Halilovic 2009
Com a presença da cineasta

LOS TARANTOS
de Francisco Rovira Beleta, 1963

ATÉ ENCONTREI CIGANOS FELIZES
de Aleksandar Petrovic, 1967

ROSE TINTED DREAMS
de Dusan Hanák, 1977

TRIANA PURA Y PURA
de Ricardo Pachón, 2013
Seguido de debate

MANGE TES MORTS
de Jean-Charles Hue, 2014

AFERIM!
de Radu Jude, 2015

MI IUBITA MON AMOUR
de Noémie Merlant, 2021

BEING GIPSY
de Peter Nestler, 1970
Este website usa Cookies. Ao navegar neste website está a concordar com a nossa Política de Cookies.