Lisbon & Estoril Film Festival

Notícias

Celebração da Cultura Rom

Voltar
Com este programa especial, o LEFFEST honra e celebra a cultura Rom em todas as suas expressões artísticas, da dança à literatura, passando pelo cinema, pela música e pelas artes plásticas. Viajaremos da Península Ibérica para a Europa Oriental para descobrir a riqueza e a profunda diversidade desta cultura, que integra os ciganos, sintis, manouches, yeniche, caló.

Não podemos ignorar o facto de que a memória dos povos roma foi e continua a ser atravessada por uma longa história de discriminação, segregação e genocídio. Foi também nesse solo ensanguentado que floresceram e continuam a florescer infinitas expressões artísticas que, em pleno século XXI, ainda não são devidamente reconhecidas nem divulgadas como por inteiro o merecem.

Pelo contrário, em vez de avançarmos para um reconhecimento igualitário, vemos que o ódio xenófobo está de novo a tomar conta do discurso político, ao ponto de se tornar mesmo um argumento eleitoral.

Alarmados por este contexto, no LEFFEST propomo-nos a contrariar este movimento e inverter o discurso. Queremos difundir e aprofundar o conhecimento sobre o povo roma e sobre as suas manifestações culturais, que, durante séculos e até aos dias de hoje, têm alimentado, influenciado e enriquecido a chamada cultura europeia.

Por isso, desenhámos este programa, materializado num conjunto de eventos únicos. Desde logo com cinco concertos emblemáticos da variedade musical da cultura Rom e da forma como esta se fundiu com as culturas locais: a música flamenca, com o célebre mestre Josémi Carmona e o seu trio, que terá como convidado o grande Pepe Habichuela, e um espectáculo  do maior bailaor da actualidade, Farruquito; a música romena com o grupo Taraf de Caliu, um novo projeto dos míticos Taraf de Háïdouks, aclamados como um dos melhores grupos de música cigana do mundo; Mónika Lakatos, cantora húngara e primeira artista Rom a receber o prestigioso prémio WOMEX;  Ricardo Ribeiro, famoso fadista português que reconhece a música rom como uma das influências no seu canto; e, finalmente, Emir Kusturica & The No Smoking Orchestra, na sessão de encerramento do festival.

Organizaremos seis debates históricos, cada um com enfoque num determinado momento: 1) do Al-Andaluz à “Gran Redada” em 1749; 2) a perseguição e genocídio dos Rom pelos nazis e durante a Segunda Grande Guerra; 3) a situação actual da comunidade cigana em Portugal; 4) Flamenco: Herança e perseguição; e, por fim, 5) ser artista, mulher e Rom.

Apresentaremos ainda, no MU.SA, em Sintra, e pela primeira vez em Portugal, uma exposição dos trabalhos da pintora e escritora rom austríaca Ceija Stojka. No contexto da exposição teremos ainda leituras dos seus textos e a apresentação de dois filmes sobre a sua figura, de Karin Berger, que também estará presente.

Finalmente, o programa contará com um ciclo de cerca de vinte filmes, seguidos de conversas, com convidados especiais, entre eles os realizadores Tony Gatlif, Emir Kusturika, Leonor Teles, e ainda Michael Chaplin, e Carmen e Dolores Chaplin, que nesta altura preparam um filme sobre as origens rom de Charlie Chaplin, sobre o qual falarão no festival. E ainda muitas surpresas…

Um agradecimento especial à Maria Gil e ao Bruno Gonçalves, pela colaboração prestada no âmbito deste programa.

Ciclo de Filmes

Homenagem Tony Gatlif
Com a presença do cineasta.

LATCHO DROM
1993

VENGO
2000

GADJO DILO
1997

E ainda em antestreia:
TOM MEDINA
2021

THE KID

de Charlie Chaplin, 1921

No centenário do filme, numa nova versão digital 4K introduzida por Michael Chaplin e Carmen e Dolores Chaplin, que preparam um filme sobre as origens rom de Charlie Chaplin, do qual exibirão um teaser, nesta sessão, em primeira mão.

O TEMPO DOS CIGANOS
de Emir Kusturica, 1988
Com a presença do cineasta


Com a presença de Leonor Teles:
CÃES QUE LADRAM AOS PÁSSAROS
de Leonor Teles, 2019

BALADA DE UM BATRÁQUIO
de Leonor Teles, 2016

RHOMA ACANS
de Leonor Teles, 2012


TARAF, TRÊS CONTOS E UMA BALADA
de Luciana Fina e Olga Ramos, 2003

THE COUNTRY DOCTOR

de Katariina Lillqvist, 1996

THE ROMANY MIRROR
de Katariina Lillqvist, 2001

IO, LA MIA FAMIGLIA ROM E WOODY ALLEN

de Laura Halilovic 2009
Com a presença da cineasta

LOS TARANTOS
de Francisco Rovira Beleta, 1963

ATÉ ENCONTREI CIGANOS FELIZES
de Aleksandar Petrovic, 1967

ROSE TINTED DREAMS
de Dusan Hanák, 1977

TRIANA PURA Y PURA
de Ricardo Pachón, 2013
Seguido de debate

MANGE TES MORTS
de Jean-Charles Hue, 2014

AFERIM!
de Radu Jude, 2015

BEING GIPSY
de Peter Nestler, 1970
Este website usa Cookies. Ao navegar neste website está a concordar com a nossa Política de Cookies.