Lisbon & Estoril Film Festival

Notícias

Dennis Berry (1944-2021)

Voltar
O realizador, argumentista e actor Dennis Berry morreu no passado sábado em Paris, onde vivia. O seu último filme, SELVAGENS (2018), uma produção de Alfama Films e Leopardo Filmes, em associação com Bando À Parte, será exibido em breve pela RTP.

Nascido nos EUA, Dennis Berry foi viver para Paris nos anos 70. Como actor, teve pequenos papéis em filmes dos realizadores Eric Rohmer, Jacques Rivette, Jacques Deray, Joe Dassin ou André Téchiné.

Realizou, entre outros, os filmes O GRANDE DELÍRIO (1975), com Jean Seberg, com quem casara em 1972, e Isabelle Huppert, e CHLOÉ (1996), onde Marion Cotillard, que ele descobrira, tem o seu primeiro grande papel. Tem um vasto trabalho para televisão, com a realização de várias séries e telefilmes. Em 2017 realizou um documentário sobre a actriz Anna Karina, com quem estava casado desde 1982: Anna Karina, souviens-toi.

Em 2018, Dennis Berry apresentou no LEFFEST o seu último filme, Selvagens, rodado em Lisboa e produzido por Paulo Branco. As actrizes Nadia Tereszkiewicz (outra das suas descobertas) e Catarina Wallenstein, nos papéis de Nora e Léa, sonham com Rimbaud, dançam ao pôr-do-sol, brindam e fotografam-se entre robes acetinados e canapés vitorianos, numa casa à beira-mar com um toque decadente. A arte e a poesia são a linguagem pela qual comunicam, numa atmosfera onde a renúncia ao mundo normativo e trivial é levado às últimas consequências.
Este website usa Cookies. Ao navegar neste website está a concordar com a nossa Política de Cookies.